10102017luis-revisao-carro

Antes de viajar neste feriadão, revise o seu carro

Antes de pegar a estrada no feriado prolongado, cheque os principais itens de segurança do seu veículo

Luís Alberto Alves/Hourpress

A Polícia Rodoviária Federal registrou mais de 1.100 acidentes nas estradas brasileiras durante o último feriado nacional prolongado (7 à 10 de setembro). Na próxima quinta-feira, 12 de outubro, outro feriadão se inicia. E os alarmantes dados da PRF reforçam a importância de realizar a revisão de segurança do veículo, antes de pegar a estrada. Este importante check-up ajuda a verificar o funcionamento das partes vitais do carro, garantindo uma viagem mais segura e sem imprevistos.

Mas você sabe o que é importante checar? Listamos os principais itens de segurança abaixo:

1. Bateria. Sua vida útil, bem como todo o sistema elétrico do carro, deve estar em ordem. Esse componente ajuda o veículo a ligar, continuar funcionando e desempenhando tarefas relacionadas ao sistema elétrico. Geralmente, sua vida útil varia entre cinco e sete anos. A manutenção, por meio de revisões regulares e testes de desempenho, garante seu funcionamento e evita surpresas desagradáveis na hora de dar a partida, por exemplo.

2. Freios. São, obviamente, componentes que precisam de uma atenção redobrada do condutor. “Durante uma revisão de segurança, se pode obter um diagnóstico do estado real das pastilhas e do disco de freio. Já na estrada, o motorista deve sempre observar o painel eletrônico do veículo”, explica Eliel Bartels, gerente de Engenharia e Tecnologia da DPaschoal, rede varejista de serviços automotivos.

3. Pneus. É importante verificar as condições dos pneus e do estepe periodicamente, a cada 15 dias, por exemplo. Antes de entrar na estrada, não é diferente. Se os pneus ainda estiverem em boas condições de uso, que podem ser averiguadas numa oficina, é necessário calibrá-los corretamente, de acordo com as instruções do manual do veículo. Não vale esquecer do estepe, no momento da calibragem. “Um dia é colocar 2 ou 3 librar a mais no pneu reserva, de forma a não ser surpreendido com um pneu murcho no momento de uma emergência”, dá a dica Eliel.

4. Suspensão e balanceamento. Conforme explica Eliel, “o funcionamento adequado desses sistemas são mais que necessários, por isso, é importante observar com atenção se existem vibrações ao volante. Nesse caso, pode ser que uma roda esteja desbalanceada ou com a direção desalinhada.” Atente-se também ao pneu cantando, que pode indicar desalinhamento. Rangidos, batidas secas ou ruídos que se assemelham a algo frouxo também podem indicar problemas.

5. Arrefecimento. Você sabia que os problemas de superaquecimento são os que mais deixam motoristas na estrada? Por isso mesmo esse é outro sistema fundamental nas revisões. Devem ser conferidas as mangueiras, a situação da água do radiador, os interruptores, as válvulas e a bomba d’água.

6. Itens de segurança. Não se esqueça de conferir se o triângulo, a chave de roda e o macaco estão dentro do carro funcionando corretamente. O extintor de incêndio também precisa estar na parte da frente do carro e dentro do prazo de validade. Não possuir algum desses equipamentos obrigatórios, mantê-los mal conservados ou em desacordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é uma infração grave, além de um descuido perigoso.

7. Palhetas do para-brisas. Parece um item menos importante, mas elas também devem ser testadas. Caso chova na estrada, o bom funcionamento desse item de segurança é imprescindível.

8. Lâmpadas do veículo. Além de escapar das multas, checar se as luzes do carro estão todas funcionando e reguladas, ajuda a não comprometer o campo de visão do motorista, sem atrapalhar os condutores quem vem no sentido contrário.

9. Oficina de confiança. É importante revisar seu veículo em um local de confiança, com profissionais capacitados e que não pressionem a troca desnecessária de acessórios e pneus. A DPaschoal, maior rede varejista de serviços automotivos do Brasil, conta com mais de 170 lojas espalhadas pelo país e oferece, gratuitamente, um diagnóstico dos principais itens de segurança do carro. A revisão de segurança é feita com equipamentos de última geração que medem, testam e avaliam o desgaste dos pneus e peças do veículo e fornecem um resultado do que precisa ou não ser trocado. O serviço de Hora Marcada permite que os motoristas agendem o melhor horário para fazer a revisão, sem a necessidade de pegar fila ou ficar aguardando na loja.

Deixe uma resposta