22032017luis-terceirizacao

Proposta de reforma trabalhista divide opiniões no Senado

A reforma trabalhista altera pontos importantes da Consolidação das Leis do Trabalho

Marcella Cunha, da Rádio Senado.

A proposta de reforma trabalhista tem dividido fortemente as opiniões no Senado. Para o relator da matéria, senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), a reforma trabalhista vai proporcionar prosperidade para os trabalhadores. Já para o líder da minoria, senador Humberto Costa (PT-PE), a reforma desequilibra fortemente, em favor dos empresários, a relação capital-trabalho. A reforma trabalhista altera pontos importantes da Consolidação das Leis do Trabalho.

O PLC 38/2017, de iniciativa do presidente Michel Temer,  acaba com a obrigatoriedade da contribuição sindical, diz que as negociações entre patrões e empregados se sobrepõem ao estabelecido na legislação; introduz a jornada intermitente; reduz o intervalo para o almoço; autoriza gestantes e lactantes a trabalhar em ambiente insalubre; cria demissão em comum acordo, com pagamento reduzido de FGTS e aviso prévio. Outra mudança é a permissão de jornadas de trabalho de até 12 horas diárias, entre outras medidas.

00:0006:41

Opções: Download

Deixe uma resposta